Djalma Campos pede competência aos dirigentes

O médio da selecção nacional de futebol Djalma Campos disse faltar maior competência organizativa por parte de dirigentes desportivos do país, particularmente no futebol.

Ao falar à imprensa, após derrota diante da similar maliana, por 0-1, no jogo da terceira jornada do grupo E do CAN2019, que decorre no Egipto, argumentou existirem ainda aspectos administrativos que se reflectem no desempenho das selecções nacionais dentro do campo.

Sem muitos detalhes, o também atleta do Antalyasport da Turquia lembrou as dificuldades da selecção no estágio em Portugal, em que os jogadores reivindicaram o pagamento de prémios de apuramento ao evento, por parte da FAF.

Além das dificuldades na preparação, onde Angola venceu (2-0) a congénere da Guiné-bissau, já no Egipto, foi cancelado o amistoso com África do Sul, por alegada falta de treino, numa decisão do seleccionador sérvio, Srdjan Vasiljevic.

A selecção foi afastada da competição quando o objectivo era ao menos os quartos-de-final alcançado nas edições de 2008, no Ghana e 2010, em Angola.

Os Palancas Negras empataram com a Tunísia a uma bola, na estreia do grupo E, dia 24 de Junho, seguiu se o empate a zero com a Mauritânia e a derrota com o Mali por 0-1.

Fonte: Sapo

Deixe uma resposta