Angola conquista africano e está no mundial de Barcelona

A selecção sénior masculina de hóquei em patins conquistou hoje o primeiro africano da modalidade, ao vencer a congénere de Moçambique, por 5-3, em jogo da terceira e última jornada desta competição, que decorreu no pavilhão multiusos do Kilamba, em Luanda.

Marcaram para Angola Nery, Big, André Senteno, Martin Payero e João Pinto, ao passo que Filipe Vaz, Mário Marinho e Bruno Pinto apontaram os tentos dos irmão do Índico.

Os angolanos, que já haviam goleado na estreia o Egipto por 30-0, terminaram na primeira posição, com quatro pontos, e fruto disso garantiram o apuramento à Elite 8 do Mundial, a disputar-se em Julho deste ano, em Barcelona, Espanha.

Moçambique ficou em segundo (dois pontos) e Egipto em terceiro (zero). O africano ficou reduzido a três selecções, devido à desistência da África do Sul por dificuldades financeiras.

Esta primeira edição do Campeonato Africano de hóquei em patins é uma inovação, tendo em conta o novo modelo de qualificação aos Jogos Mundiais da Patinagem implementados desde 2017, na edição da China.

Contrariamente aos anos anteriores, em que a qualificação era feita pela classificação no Campeonato do Mundo anterior (agora designado Jogos Mundiais da Patinagem), no novo modelo as selecções apuram-se por via dos campeonatos continentais.

Assim, participam nos Jogos Mundiais da Patinagem as oito melhores selecções no cômputo do continente europeu, asiático, americano e africano.

Os segundos classificados dos torneios qualificativos participam no Campeonato do Mundo do grupo B, actualmente designado Taça Intercontinental, enquanto os terceiros jogam a Taça Sollanger

Estas três provas são disputadas em simultâneo

Deixe uma resposta